Petrobras ignora indignação geral e aumenta gasolina e gás de botijão em 7,2%