Sem citar nomes, Bolsonaro insinua que uma autoridade sofre chantagem