Caderno 1

Paraguai teme que a guerra entre PCC e CV chegue ao país e isola presos brasileiros

12 janeiro 2017
Anuncio

As autoridades penitenciárias do Paraguai tomaram a decisão de isolar detentos identificados como membros do PCC e do Comando Vermelho que estão presos naquele país. A decisão tem como objetivo evitar que se repitam nas prisões paraguaias os episódios de violência que foram registrados na semana passada em Manaus e Boa Vista.

O diretor de Estabelecimentos Penitenciários do Paraguai, Julio Agüero, disse ao jornal Ultima Hora, de Assunção, que a decisão foi influenciada por informações de que havia riscos reais de enfrentamentos entre os presos nas prisões de seu país. “Fomos aconselhados a tomar cuidado”, disse ele.

Agüero afirmou que existem membros do PCC e do Comando Vermelho em grupos pequenos em prisões de diversas regiões do país. Em Pedro Juan Caballero, cidade localizada na fronteira com o Brasil, há a maior concentração de criminosos associados às facções. Um total de cinquenta presos do PCC e cinco do Comando Vermelho foram colocados em isolamento.

Para diversos especialistas em segurança, a guerra entre o PCC e o Comando Vermelho teve origem em junho do ano passado, com o assassinato do traficante Jorge Rafaat Toumani. Ele era considerado o chefe das operações de tráfico na fronteira do Paraguai com o Brasil.

A execução de Rafaat marcou o domínio total do PCC na fronteira e deu início ao que os criminosos passaram a chamar de Narcosul. O crescimento exponencial do PCC levou o Comando Vermelho e as facções associadas, entre as quais a Família do Norte (FDN), a iniciar uma guerra pela sua sobrevivência.

Na semana passada, dois membros do PCC foram assassinados na cidade paraguaia de Capitán Bado. As mortes foram vistas pelas autoridades locais como o prenúncio de um prolongamento da guerra travada no Brasil.

(*) da Agência Globo

Compartilhe:

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Não há comentários no momento, deixe o seu!

Escreva seu comentário

Deixe seu comentário

Sobre o Autor

Redação Carderno 1

Posts Relacionados

Curta Nossa Página