Caderno 1

Levino, irmão de Virgolino, O Lampião.

15 agosto 2017
Anuncio

Antônio Neto

filhoneto@bol.com.br

Sinhô Pereira em sua entrevista ao escritor Norton Macedo, no livro Sinhô Pereira o Comandante de Lampião, disse que Levino, irmão de Lampião era “corpulento, corajoso, tagarela, atilado e atirava bem”, ou seja, tinha boa pontaria.

Nasceu Levino, em sete de novembro de 1896, filho de José Ferreira dos Santos e Maria Santina (Sulena) da Purificação. Foi batizado pelo Cônego Vigário Joaquim Antônio de Siqueira Torres, no dia 25 de dezembro de 1896, 49 dias após o seu nascimento, na Capela de São Francisco, no 2º distrito do município de Vila Bela, hoje Serra Talhada, estado de Pernambuco. Seus padrinhos de batismo foram Luiz Barbosa Nogueira e sua tia Getrudes Santina da Purificação, conforme consta no assento de batismo de nº 572, lavrado no livro de nº 13, da Paróquia do Bom Jesus dos Aflitos, freguesia de floresta, PE, anexado a este artigo.

Levino, 2º filho de José Ferreira dos Santos foi registrado no cartório de Tauapiranga em 12 de agosto do ano de 1900, simplesmente com o nome de Levino, isto é, sem sobrenome. O assento de batismo confirma o seu nascimento em sete de novembro de 1896, bem como, o nome de seus pais, José Ferreira dos Santos e de Maria Sulena da Purificação. Avós paternos Antônio Ferreira de Barros e Maria Francisca das Chagas e avós maternos Manoel Pedro Lopes e Jacoza Vieira da Soledade. Luiz Barbosa Nogueira e Getrudes Vieira da Soledade figuram no aludido assento civil como os seus pardinhos de batismo, conforme certidão do registro e assento civil de Levino, constantes do livro 2, página 7/8, arquivado no Cartório de Registro Civil de Tauapiraga, 6º distrito do município de Serra Talhada, PE.

Levino, “o irmão afoito de Lampião”, como disse o pesquisador paraibano João Bezerra da Nóbrega em sua obra 2 “Lampião e as Volantes Paraibanas”, que Levino teria sido morto em 5 de julho de 1925, na Baixa do Juá, município de Flores, PE, por uma bala perdida disparada pelo rastejador Bellarmino de Moraes, Belo Moraes ou José Inácio de Moraes da Força Pública da Paraíba comandada pelo tenente Guedes. No mundo cangaço era conhecido com Vassoura.

Anexos:

1. Assento de batismo de Levino.

2. Certidão civil de Levino, filho de José Ferreira dos Santos.

(*) Antônio Neto é escritor, pesquisador, biógrafo, dicionarista e poeta. Membro da Academia Serra-Talhadense de Letras, Academia Recifense de Letras e da União Brasileira de Escritores.

Compartilhe:

Sobre o Autor

Redação Carderno 1

Posts Relacionados

Curta Nossa Página