Caderno 1

Estrategista Temer escapa de vaias nos 300 anos de Aparecida

13 outubro 2017
Anuncio

Temendo ser vaiado nas celebrações dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, o presidente Michel Temer decidiu enviar como representante na solenidade o ministro-chefe da Secretaria de Governo, ministro Antonio Imbassahy.

Avaliação feita por interlocutores do próprio Temer no final da tarde desta quinta-feira, é que foi a decisão correta depois que políticos foram vaiados durante a celebração quando anunciados ao microfone.

Na missa em Aparecida (SP), ontem, tão logo foram anunciadas as autoridades presentes –  o governador paulista, Geraldo Alckmin (PSDB) e os ministros Antônio Imbassahy (Secretaria de Governo) e Gilberto Kassab (Ciência, Tecnologia e Inovações), do PSDB e PSD, respectivamente – todos, sem exceção, foram vaiados pelo público presente. O prefeito da capital, João Doria, está na Itália em viagem oficial e o vice, Bruno Covas, foi para Paris. Se estivessem, também não teriam evitado igual constrangimento.

A reação seria muito maior se Temer estivesse presente. Num momento de impopularidade alta, tudo que o presidente não precisava era ser vaiado em Aparecida”, um interlocutor próximo de Temer.

De acordo com a mais recente pesquisa Ibope de avaliação do governo, divulgada no último dia 28,Temer é aprovado por 3% e rejeitado por 77%%.

Até o início do ano, o presidente estava pessoalmente mobilizado para as celebrações dos 300 anos de Aparecida. Chegou a escrever uma carta ao Papa Francisco para convidá-lo a visitar o Brasil a fim de participar dos eventos de 12 de outubro.

O Papa Francisco, alegando ‘agenda intensa’ respondeu que não poderia visitar o Brasil, mas na mesma resposta ele deixou o recado de que a crise enfrentado no Brasil não é de fácil solução.

Fontes ligadas ao Vaticano garantem que o Papa gostaria de participar da celebração dos 300 anos do encontro da i8magem de Nossa Senhora Aparecida, mas preferiu evitar que sua imagem fosse usada por políticos brasileiros, quase todos envolvidos em casos de corrupção.

Compartilhe:

Sobre o Autor

Redação Caderno 1

Posts Relacionados

Curta Nossa Página