Caderno 1

Corrupção na SDS em Pernambuco

20 abril 2017
Anuncio

Em meio à maior crise dos últimos dez anos na área da segurança em Pernambuco, uma investigação descobriu um esquema de corrupção na Secretaria de Defesa Social (SDS). De acordo com a Delegacia de Crimes Contra a Administração Pública (Decasp), um coronel da Polícia Militar de Pernambuco teria recebido propina de contratos de prestação de serviços ao Centro Integrado de Operações e Defesa Social (Ciods). O órgão tem, entre outras atribuições, a função de receber e direcionar as chamadas de emergência atendidas pelo 190. O esquema de corrupção, segundo as investigações, aconteceu ao longo de 2015 – primeiro ano do governo Paulo Câmara.

O coronel da PM Ricardo Fontes Gomes, que na época comandava o Ciods, foi indiciado criminalmente por corrupção passiva e falsidade ideológica. Segundo a Polícia Civil, ele “confessou ter recebido indevidamente valores em contratos de prestação de serviço ao Ciods, ao longo da sua gestão”. No total, cerca de R$ 400 mil. Ele ainda teria emitido falsos atestados de conclusão de serviços para que as empresas pudessem receber o valor do contrato, mesmo sem a realização dos serviços.

Em nota oficial, a Polícia Civil ainda afirmou que os empresários Edmilson Carneiro da Silva, Gilberto Lopes Bezerra Júnior e João Gonçalves da Silva Neto também foram indiciados por corrupção ativa.

A delegada Patrícia Domingos, titular da Decasp e responsável pelo inquérito, informou que está proibida de se pronunciar sobre o caso, por determinação da SDS.

Além do inquérito policial, o coronel Ricardo Fentes também será julgado na esfera administrativa. Ele responde a processo na Corregedoria Geral da SDS. Ao final das investigações, o coronel pode até ser expulso da corporação.

(*) do JC Online

Compartilhe:

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Não há comentários no momento, deixe o seu!

Escreva seu comentário

Deixe seu comentário

Sobre o Autor

Redação Carderno 1

Posts Relacionados

Curta Nossa Página